publicado por nanotech | Segunda-feira, 11 Janeiro , 2010, 22:17

Sistema rastreia movimento dos olhos do utilizador

 

 

bidirectional-oled

Investigadores do Instituto Fraunhofer para Microsistemas Fotónicos (IPMS) em Dresden, na Alemanha, criaram um diminuto sistema de projecção que pode ser montado na armação de um par de óculos, capaz de não só projectar informações para o seu utilizador, como selecionar quais informações devem ser mostradas rastreando o movimento dos olhos.

O sistema é uma nova abordagem no segmento de HMDs (Head-Mounted Displays), os “óculos de realidade virtual” usados para transportar o usuário a mundos de fantasia ou apresentar mais informações sobre o mundo real. Os modelos já existentes são muito pesados e complexos, mas o desenvolvimento alemão é integrado em um chip CMOS de apenas 19,3 × 17 mm, montado na haste do óculos, perto da dobradiça. As informações são projectadas na lente do óculos de modo que, para o utilizador, elas pareçam estar “flutuando” em pleno ar a um metro de distância.

O projector usa tecnologia OLED para produzir uma imagem de alto brilho que não fique “lavada” por causa da luz ambiente. Um sistema de rastreamento detecta o movimento dos olhos do usuário, que pode selecionar itens de um menu, rolar uma página de texto ou trocar uma imagem apenas olhando na direção da opção correspondente. Por isso, os pesquisadores do IPMS dizem que seu sistema é “bidirecional”: o usuário não só recebe informações (as imagens projectadas), como envia respostas para o sistema (através do movimento dos olhos).

 

Segundo o Dr. Michael Scholler, Director de Negócios do IPMS, os novos “óculos” são vantajosos em qualquer situação onde o utilizador precisa consultar informação adicional, mas não tem as mãos livres para usar um teclado ou mouse. Imagine um mecânico olhando para o motor do carro e vendo, sobre a imagem real, um passo-a-passo com as reparações que tem que realizar, ou um médico que tenha acesso à ficha completa do paciente apenas olhando para ele.

 

O Instituto Fraunhofer para Microsistemas Fotónicos é membro da prestigiada Sociedade Fraunhofer, um conjunto de institutos que pesquisam e desenvolvem novas tecnologias baseadas em ciências aplicadas. A mais conhecida das inovações da Sociedade Franhofer foi a invenção, em 1994, do hoje omnipresente formato de áudio MP3, que trouxe à associação mais de cem milhões de euros em royalties no ano de 2005.

 

Não há informações sobre preço ou planos de comercialização da tecnologia, mas os pesquisadores do IPMS afirmam já estar trabalhando em sua próxima geração.

 

 

 

fonte: www.geek.com.br


mais sobre mim
Julho 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds